Afonso Pena e outros três aeroportos do Paraná passam à concessão privada
08/12/2020 - 16:36

Quatro aeroportos paranaenses, incluindo os Aeroportos Internacionais Afonso Pena, em São José dos Pinhais, e das Cataratas, em Foz do Iguaçu, foram a leilão nesta quarta-feira na Bolsa de Valores. O Bloco Sul, do qual os terminais paranaenses fazem parte, foi arrematado pelo valor de 2 bilhões e 128 milhões de reais, um ágio de 1.534% da proposta inicial mínima de 130 milhões e 200 mil reais.

O lance foi dado pela Companhia de Participações em Concessões, do grupo CCR. O governador Carlos Massa Ratinho Junior e o secretário estadual da Infraestrutura, Sandro Alex, acompanharam o leilão na sede da B3, em São Paulo. Além dos dois terminais internacionais, também serão concedidos pelos próximos 30 anos os aeroportos Governador José Richa, em Londrina, e Bacacheri, em Curitiba.

A expectativa é que eles recebam investimentos na ordem de um bilhão e 400 milhões de reais, com obras de ampliação, manutenção e exploração da infraestrutura dos terminais. Para o governador Ratinho Junior, os investimentos na infraestrutura aeroportuária vão influenciar no desenvolvimento do Estado e na ampliação do turismo.// SONORA RATINHO JUNIOR.// O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, lembrou que a rodada envolvendo os aeroportos abre na B3 a Infra Week, uma semana dedicada a leilões de concessão que incluem também uma ferrovia e cinco áreas portuárias. Segundo o ministro, o Bloco Sul foi muito importante nessa negociação.// SONORA TARCÍSIO GOMES DE FREITAS.// O Aeroporto Internacional Afonso Pena era o único das capitais da região Sul que ainda não tinha sido privatizado.

A previsão é que ele receba 566 milhões e 200 mil reais de investimentos nos próximos 30 anos. A principal obra prevista é a construção da terceira pista, com extensão de 3 mil metros, o que permitirá pousos e decolagens simultâneos, ampliação da capacidade e a possibilidade de receber voos diretos da Europa e dos Estados Unidos. O Aeroporto Internacional das Cataratas é o segundo principal do Bloco Sul, com a previsão de receber investimentos de 512 milhões e 300 mil reais no período de concessão. A unidade passou por investimentos recentes e nesta quarta-feira foi inaugurada a obra de ampliação da pista, fruto do convênio entre Governo do Paraná, Infraero e Itaipu Binacional, com investimento de 69 milhões e 400 mil reais.

Com a concessão, o aeroporto ganhará uma nova pista de 3 mil metros, aumentando a capacidade de voos internacionais. Para o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, as melhorias no terminal vão ajudar Foz do Iguaçu a se consolidar como um dos principais destinos turísticos do País.// SONORA GILSON MACHADO NETO.// Em Londrina, a promessa é que o aeroporto ganhe principalmente em conforto. Serão investidos 273 milhões de reais, com duas fases de obras, incluindo ampliação e melhorias na pista, construção de novo terminal de passageiros e melhoramentos no terminal já existente, além de construção e adequação das pistas de taxiamento. Já o Aeroporto do Bacacheri deve dobrar a capacidade de atendimento com a melhoria da infraestrutura já existente. As obras neste aeroporto devem somar 43 milhões e 100 mil reais. (Repórter: Wyllian Soppa) 

 

Mais informações em: http://www.aen.pr.gov.br/modules/debaser/visualizar.php?audiovideo=1&xfid=94269
 

Últimas Notícias