3ª REUNIÃO DO GTEC-BIM PR TEM APRESENTAÇÃO DOS PLANOS DE IMPLANTAÇÃO BIM DO PARANACIDADE E DER-PR
17/08/2020 - 12:00

Na última quarta-feira, dia 12 de agosto, ocorreu por meio de videoconferência a terceira reunião do Grupo Técnico BIM do Paraná (GTEC-BIM PR). O objetivo da reunião foi a apresentação dos Planos de Implantação BIM desenvolvidos pelo PARANACIDADE e pelo DER às demais instituições estaduais integrantes da Estratégia BIM PR: Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (SEIL), Casa Civil (Superintendência Geral de Inovação – SGI), Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (COMEC), Companhia de Habitação do Paraná (COHAPAR), Paraná Edificações (PRED), Secretaria de Estado do Planejamento e Projetos Estruturantes (SEPL), Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (CELEPAR) e Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI).

A reunião teve início com a fala da Diretora do Departamento de Gestão da Inovação da SEIL (DGI/ SEIL), Lorreine Vaccari, que fez uma breve introdução acerca dos Planos de Implantação BIM desenvolvidos pelo PARANACIDADE e pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR).

Na sequência, o analista de Desenvolvimento Municipal do PARANACIDADE, David Piozevan Pierin, deu início à apresentação do Plano de Implantação BIM, destacando, como objetivo geral, o desenvolvimento e análise de projetos desenvolvidos em BIM, bem como o acompanhamento da execução de obras de edificação e infraestrutura urbana sob supervisão da Instituição.

Como ganhos esperados por meio da implantação da metodologia BIM no PARANACIDADE, David destacou (a) o subsídio às tomadas de decisão, no que se refere à viabilidade econômica e social dos projetos; (b) a melhoria da qualidade técnica dos projetos de obras públicas; (c) a compatibilização entre as diversas disciplinas que compõem os projetos; (d) o aprimoramento do planejamento da execução de obras; (e) a maior assertividade nos orçamentos e cronogramas de obras; e (f) a otimização dos processos de desenvolvimento, revisão e aprovação de projetos, por meio da automatização de análises qualitativas.

No que se refere às dimensões do BIM a serem incorporadas pelo PARANACIDADE, foram destacadas a compatibilização entre as diversas disciplinas que compõem os projetos (BIM 3D); a simulação da execução da obra (BIM 4D); a extração de quantitativos para posterior link externo com tabelas referenciais de custo (BIM 5D); além de, futuramente, o acompanhamento, medição e fiscalização da execução de obras por meio de tecnologias compatíveis com a metodologia BIM.

A fim de garantir efetividade no processo de implantação do BIM, o Plano do PARANACIDADE prevê a criação de um Grupo de Trabalho Embrionário, que será responsável por iniciar o processo de aculturamento interno acerca da metodologia. Já num segundo momento de implantação, o Grupo de Trabalho Embrionário passa a ser denominado Grupo de Trabalho Embrionário Expandido, e será responsável por disseminar o conhecimento adquirido acerca da metodologia BIM aos Escritórios Regionais e Coordenadorias. Por fim, na fase avançada de implantação, o referido grupo passa a ser dominado Grupo de Multiplicadores, e será responsável por disseminar o conhecimento adquirido aos técnicos municipais.

Ademais, o processo de implantação foi desenhado em três cenários de aprendizado que contemplam a aquisição de hardwares e softwares, a utilização de softwares de modelagem para visualização e checagem de modelos e o desenvolvimento de Projetos Piloto nas fases Inicial e Complementar, e a utilização de equipamentos para acompanhamento da execução de obras na fase Avançada.

Em seguida, a engenheira civil e Coordenadora do Grupo de Trabalho BIM no DER, Silvana Bastos Stumm, e a arquiteta e urbanista Melissa Yamada, integrante do GT BIM no DER e coordenadora do LaBIM DER, fizeram a apresentação do Plano de Implantação InfraBIM do DER PR. Além do diagnóstico no que se refere à estrutura física (hardwares e softwares), capacitação técnica da equipe, organização de dados, informações e fluxos internos e externos do DER, o Plano também prevê a criação de um Grupo de Trabalho BIM (GT BIM), responsável pela discussão e definição de critérios de análise de projetos desenvolvidos em BIM, e um Laboratório BIM DER (LaBIM DER) que terá o papel de desenvolver estudos e apoiar os técnicos do DER no que se refere ao uso de ferramentas BIM.

De acordo com o planejamento do DER, a implantação da metodologia BIM na Instituição ocorrerá em duas fases. A primeira fase de implantação, prevista para ocorrer até 2021, prevê a contratação de projetos em BIM e a estruturação de dados para operação dos ativos. Já a segunda fase de implantação, prevista para ocorrer até 2022, tem como objetivo realizar a contratação de obras com uso de tecnologias compatíveis com o BIM, e o desenvolvimento interno de estudos de traçado com ferramentas BIM. Além disso, ao longo dos próximos dois anos, o Plano prevê o aculturamento interno e a capacitação do corpo técnico para desenvolvimento e análises de projetos em BIM, além da realização de estudos e definição de diretrizes de modelagem visando a elaboração de um Caderno Técnico BIM.

Como ganhos esperados com a implantação da metodologia no DER, Melissa destacou (a) a compatibilização de projetos e a detecção de interferências entre as diversas disciplinas de projeto, (b) a extração automatizada de quantitativos a partir dos modelos, (c) a simulação da execução da obra, (d) a melhoria na gestão dos projetos e obras, (e) a automatização da fiscalização de projetos e validação de critérios objetivos de normas técnicas, e (f) a eficiência no gerenciamento das informações.

 

A reunião foi encerrada com um momento de discussão e troca de experiência entre os representantes das instituições presentes e a definição dos encaminhamentos para a próxima reunião do GTEC-BIM PR.

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias