Infraestrutura e Logística

02/07/2020

Concluído projeto executivo da revitalização de avenida em Paranaguá

O projeto executivo da revitalização da Avenida Atílio Fontana, em Paranaguá, foi concluído e apresentado nesta quinta-feira (02) em uma reunião virtual que contou com a participação do governador Carlos Massa Ratinho Junior, do secretário de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, do diretor-presidente dos Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, e do prefeito Marcelo Roque.

A elaboração do documento ficou sob responsabilidade do Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP). Trata-se de uma medida compensatória prevista no Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV), exigido pela legislação municipal por conta da expansão da atividade portuária da empresa nos últimos anos.

A Atílio Fontana é uma das principais vias de acesso ao Porto de Paranaguá. O projeto compreende nove quilômetros de pavimentação em concreto, dois viadutos paralelos aos dois já existentes, duas pontes paralelas às atuais sobre os rios Emboguaçu e Ribeirão, além de instalação de ciclovia, acostamento, sinalização e paisagismo.

“É mais um projeto fundamental para o Estado e mostra que o trabalho em parceria com a iniciativa privada pode acelerar as grandes obras estruturantes. O TCP é o terminal com a maior capacidade instalada em movimentação do País e ajuda o Porto de Paranaguá com os seus recordes e seu crescimento”, afirmou Ratinho Junior. “Estamos reestruturando todos os acessos aos terminais e ao pátio de caminhões para que a cidade e a estrutura portuária convivam cada vez melhor”.

O secretário de Infraestrutura e Logística disse que o Estado está formando um banco de projetos executivos, que facilita a busca por recursos para a execução de obras. Enquanto isso, são providenciadas as licenças ambientais necessárias junto ao Instituto de Água e Terra (IAT).

O projeto completo prevê a continuação da avenida até a BR-277, nas proximidades do Pátio de Triagem. “Fizemos alguns investimentos nessa avenida para a manutenção da trafegabilidade, mas ela merece ser modernizada. Quem tem projeto, tem obra. Ela fará parte do pacote de modernizações do Litoral”, acrescentou Sandro Alex.

INVESTIMENTOS – O Governo do Estado também vai contratar o projeto executivo da Avenida Ayrton Senna. Ele prevê modernização viária, aumento das capacidades de tráfego e de acessibilidade, além de ciclovia e iluminação de oito quilômetros de extensão no trecho entre o entroncamento com a BR-277 e o Porto de Paranaguá. O custo máximo para elaboração é de R$ 3,3 milhões.

Outro investimento é a recuperação d‪a Avenida Bento Rocha, da ponte do Rio Emboguaçu até a Avenida Portuária. Os investimentos somam R$ 15,9 milhões e incluem pavimentação de concreto, readequação do sistema de drenagem, nova sinalização vertical e horizontal e nova ciclovia em 2,9 quilômetros de extensão.

Também passará por revitalização o Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá, sistema por onde são movimentados grãos e farelos. A estrutura foi construída ainda na década de 1970. A capacidade de embarque de grãos e farelo pelos três berços exclusivos do Corredor aumentará em 33%.

O objetivo é desenvolver um novo sistema, de modo que a atual produtividade, de 3 mil toneladas/hora por berço passe a 4 mil toneladas/hora. Para isso, o projeto prevê seis novas correias transportadoras e a aquisição de novos equipamentos eletromecânicos.

NÚMEROS DO PORTO – Na reunião, o diretor-presidente dos Portos do Paraná destacou o bom momento do Porto de Paranaguá, mesmo durante a pandemia provocada pelo novo coronavírus. Há investimentos robustos com parceria da iniciativa privada, recorde de movimentação de janeiro a maio (23,8 milhões de toneladas, volume 21% maior que o contabilizado no mesmo mês de 2019).

Segundo Luiz Fernando Garcia, há previsão de crescimento na exportação de grãos no terceiro trimestre. Ele destaca ainda que a autonomia administrativa e renovação da delegação pelos próximos 25 anos ajuda a garantir previsibilidade nas negociações com o setor produtivo.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.