Infraestrutura e Logística

09/10/2019

Projeto de modernização do aeroporto de Ponta Grossa já está em Brasília

Uma comitiva de paranaenses, liderada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, esteve nesta terça-feira (09) em Brasília para tratar da ampliação e modernização do Aeroporto de Ponta Grossa, nos Campos Gerais. Na reunião com Eduardo Henn Bernardi, diretor de investimentos da Secretaria da Aviação Civil, órgão ligado ao Ministério da Infraestrutura, o prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel, entregou o projeto executivo, plano de trabalho, além de todas as licenças para o início da obra, cujo orçamento está estimado em R$ 35 milhões.

Ponta Grossa busca recursos federais para realizar investimentos no Aeroporto Municipal Comandante Antonio Amilton Beraldo, mais conhecido por Aeroporto Sant’Ana. Entre as ações, estão melhorias no terminal de passageiros, estacionamento de veículos, taxiway (espaço para deslocamento em solo ou manobra de aeronaves), pátio e área de giro de aeronaves. O aeroporto foi reinaugurado em 2016.

“Ponta Grossa é um importante polo industrial do Estado, que vem crescendo consideravelmente. Precisamos melhorar as condições do aeroporto até para servir de opção aos terminais de Curitiba”, destacou o governador.

O prefeito Rangel disse acreditar que poderá lançar o edital da obra ainda neste ano. “Estamos otimistas. Seria um grande presente para Ponta Grossa”, afirmou. “Não há mais nenhuma questão técnica a ser resolvida. Aguardamos a liberação da Anac para encaminharmos a licitação”, acrescentou.

Eduardo Henn Bernardi destacou o fato de o projeto estar bastante adiantado. “Geralmente o pessoal quer a liberação dos recursos, mas não tem projeto. Aí o negócio não anda e a população cobra. Não é o caso de Ponta Grossa”, disse ele. “De nossa parte também está tudo bem adiantado”, completou.

MOVIMENTO – De janeiro a setembro de 2019, o Aeroporto de Ponta Grossa registrou 37.804 embarques e desembarques de passageiros, valor 27% maior que nos nove primeiros meses do ano passado. No mesmo período, o saldo foi também positivo no número de voos comerciais na linha área Ponta Grossa – Campinas, com o aumento de 204 voos em 2018, para 270 em 2019, totalizando um acréscimo de 32% na oferta.

Durante o mês de setembro foram realizados 120 pousos e 116 decolagens de aeronaves, totalizando 3.508 embarques e desembarques de passageiros. Assim como nos períodos anteriores, a movimentação do terminal aéreo permaneceu a maior, seguida da categoria geral, que inclui voos executivos e os serviços aeromédico e policial, e das viagens da viação regular, com os voos operados pela Azul Linhas Aéreas.

PROGRAMA – Os recursos fazem parte do Programa de Aviação Regional do Governo Federal. Os investimentos são frutos do Fundo Nacional da Aviação Civil (FNAC), composto por taxas e outorgas da aviação, e que só pode ser investido de volta no próprio setor. O Programa é sustentado por três pilares: infraestrutura aeroportuária, gestão e subsídios.

PRESENÇAS – Participaram também da reunião os secretários Guto Silva (Casa Civil), Sandro Alex (Infraestrutura e Logística) e Norberto Ortigara (Agricultura e Abastecimento).

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.